ipameri.jpg

Ipameri é uma cidade de 23.000 habitantes que fica a 188km de Goiânia. Como qualquer outra cidade interiorana, a movimentação aqui gira em torno da praça central. Bancos, comércio, religião, vida noturna. Tudo fica pertinho da praça central.

Apesar da praça central ser a mais importante, existe uma  outra praça famosa por aqui. Não sei seu nome, mas seu apelido é peculiar: Praça da Maconha. Estive lá em um bar chamado Biroska, bem no meio da praça. Nada vi que justificasse o nome da praça, entretanto foi o único lugar em que escutei outro tipo de música que não a sertaneja.

E o que toca na tal praça? Reggae, claro!

Ontem, além de ouvir música da roça fui a duas fazendas. Um coqueiral e uma plantação de soja. Gostei mais do coqueiral, afinal beber água de coco colhido no pé é muito bom. Apesar do clima rural, um problema bem urbano me saltou aos olhos. O problema da água.

Um coqueiro destes daqui consome 40 litros de água por dia. Todos os dias. Sempre. A plantação tem milhares deles. Além de coco, soja, algodão, sorgo e milho são plantados por aqui. É impressionante o ritmo de consumo de água.

Deste jeito não há água que chegue.

Advertisements