A partir de hoje as atualizações estarão sendo feitas de Goiás. Uma viagem não é nada mal. Afinal estas férias foram para lá de aguardadas. Em 2006, ministrei, em média, 50 aulas por semana, por cerca de 40 semanas. Isto dá um total de 2000 aulas num ano. Cansei!

Quando criança, adorava o seriado do Ultraman. Para quem não  lembra, o cidadão da foto acima não era lá um grande super-herói. O seu principal poder era ficar grandão para  lutar com todos aqueles monstros que, sabe-se lá porquê, teimavam em destuir Tóquio toda semana. Além disto ele tinha um raio mixuruca lançado ao fazer uma cruz com os braços.

Apesar de o Ultraman não ser um herói como o Super-Homem ou o Batman, ele tinha uma coisa que os outros não tinham: medidor de bateria. Quando ele começava a apanhar muito do monstro uma luzinha no centro do tórax do rapaz piscava, acenando que era hora de dar no pé. Ele ia embora e depois voltava, todo pimpão, para acabar com a farra do monstro.

Todo ano, no início de novembro, dois meses antes do final do ano letivo, a minha luzinha começa a mostrar que a bateria está fraca. Em dezembro, tudo se apaga de vez. Por isto vou para Goiás, aproveitar uns dias de vida no campo, dar um pulo na Chapada e tomar banho de cachoeira.

Depois volto para reconquistar Tóquio.