Início de um novo ano. Esperanças renovadas. “Hoje é um novo dia, de um novo tempo que começou”, certo?

Realmente o reveillón carrega esta idéia de transformação. A vida vai passar por uma metamorfose:  emagrecer, acabar com as dívidas, conseguir ou mudar de emprego, arrumar uma namorada (ou namorado), casar, viajar, cuidar da saúde, passar no concurso público, juntar dinheiro, … tudo é possível.

Daí o tempo passa, os dias vão se sucedendo e aparece IPTU, IPVA, Imposto de Renda, a fatura do cartão das compras de natal. A vida vai pesando de novo. Os planos vão sendo adiados.

O emagrecimento fica para depois. “Tenho que comer para não enlouquecer. Não vou me privar deste prazer.”

O fim das dívidas fica para depois. “Vou viajar no carnaval. Pago com cartão, depois eu vejo. Trabalho muito, tenho que espairecer.”

Mudar de emprego fica para depois. “Emprego está tão difícil ultimamente. Melhor eu ficar quietinho neste que eu já tenho e deixar de bobagem.”

Assim a transformação e a mudança vão sendo deixadas de lado. A busca de um namorado bacana é colocada em segundo plano, enquanto se vive um relacionamento sem futuro . O casamento fica para depois, sem planos de construir nada. Viagens, saúde,  estabilidade financeira, tudo fica para depois. O ano vai passando, a vida nos massacra.

Até que outro dezembro surge no horizonte. O reveillón se anuncia. E tudo recomeça.

Por isto proponho pularmos 2007. Isto mesmo, vamos direto para 2008. Em 2008, seremos magros, bem amados, com muito dinheiro no bolso e saúde para dar e vender.

Enquanto isto, já que estamos aqui, vamos aproveitar 2007 para preparar este futuro sensacional. Vamos nos  alimentar melhor, fazer mais exercícios, conhecer pessoas novas, planejar melhor nossos gastos, estudar, fazer cursos e entrevistas de emprego, planejar nossas viagens.

Que em 2007 você consiga fazer de 2008 um ano sensacional.

Feliz 2008!!!