O ex-todo poderoso do Iraque, Saddam Hussein, foi condenado à morte por enforcamento por causa do massacre de Dujail, em 1982. Ele e mais dois assessores de seu governo deverão ser enforcados em 30 dias, caso os juízes de apelação mantenham o veredicto.Mais do que a sentença de morte, que já era esperada (o tribunal é composto por inimigos de Saddam), fiquei surpreso com a escolha do enforcamento como método para execução. Na maior parte dos países onde ainda existe a pena de morte, a forca não é mais utilizada. Ela é considerada uma “morte suja”, humilhante.

Com a forca a morte nem sempre é imediata, pode levar horas para falecimento do condenado. Além disto várias reações fisiológicas podem ocorrer (liberação de excrementos, por exemplo). Um espetáculo realmente horroroso.

Foi para acabar com as execuções consideradas degradantes (forca, esquartejamento, decapitação por machado), que foi criada a guilhotina na França iluminista. Era a primeira  tentativa de racionalizar a eliminação de pessoas. Hoje, nenhuma democracia mantém a prática da pena de morte, à exceção dos EUA e do Japão.

___________________________________________

_Para saber mais sobre a situação de Saddam, clique aqui.

_Para saber mais sobre pena de morte, clique aqui.