Mauro, do Fi-lo porque qui-lo, tem uma teoria interessante sobre o Rock’n Roll. Segundo ele, o rock é feito muito mais de postura do que de música. Desta maneira, Raul Seixas e Bob Dylan, que musicalmente passeiam por outros estilos, são considerados roqueiros por causa de suas letras e de seu estilo de vida.

Este é o caso de Johnny Cash, um cantor country americano, cujo o início de sua carreira esteve ligado ao estouro do rock dos anos 50. Era contemporâneo de Jerry Lee Lewis e Elvis Presley e sua vida, como a destes outros cantores, foi totalmente sexo, drogas e Rock’n Roll.

É o que aparece no filme Johnny & June, retrato dos primeiros anos da carreira do artista, de sua mulher e do próprio rock. Fundamental em época de proliferação de  bandinhas “rebeldes sem causa” por aí.

Sempre vale a pena lembrar do que é feito o rock’n roll.