Conversando com o amigo Rafael Veloso, ficou a dúvida se votar nulo realmente adianta alguma coisa.

Não sou um partidário do voto nulo. Considero melhor escolher o “menos ruim”, do que me abster. Contudo, nunca se sabe. Vai que amanhã a eleição provoca uma tomada de decisão entre Fernando Collor e Paulo Maluf? Voto nulo neles!

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, se a eleição tiver mais de 50% dos votos nulos, ela é invalidada. Em um prazo de 20 a 40 dias uma nova eleição é realizada.

O mais interessante é que não se fala em mudar os candidatos. Quer dizer, a eleição é anulada, mas outra é feita com os mesmos políticos rejeitados na primeira.